A ejaculação precoce é permanente? Descubra esta surpreendente verdade sobre a Ejaculação Precoce e como a aguentar mais tempo!

A ejaculação precoce é algo que vai permanecer consigo para uma vida? Há alguma coisa que pode fazer para virar o embaraço de ter ejaculado muito cedo na cama? Se for como a maioria dos homens que leram deste artigo, as hipóteses são de que se preocupa muito sobre quanto tempo aguenta sem Ejacular e alguma vez vai para corrigi-lo. Não está sozinho, porque a ejaculação precoce continua a ser um dos problemas mais prevalentes e frustrantes no quarto, não apenas para os homens, mas para os seus parceiros do sexo feminino!

Então qual é a verdade sobre a EP… tem de ficar dececionado para toda a vida?

Apesar do que muitos homens pensam, a ejaculação precoce não é uma forma de doença. Enquanto pode certamente ser embaraçoso para ser um “atirador rápido” na cama, pode realmente dar a volta e começar a sentir-se mais confiante sobre as suas habilidades sexuais. De fato, para muitos homens que estão dispostos a colocar em prática o esforço extra, EP pode ser facilmente invertida e permanentemente… mesmo se tiver um hábito de ter um chuveiro mais cedo!

Qual é a melhor maneira de vencer EP… para sempre?

Depende de quais são as suas causas em primeiro lugar. Cada homem é diferente. Mas para a maioria de nós, a ansiedade e o fraco desempenho da musculatura pélvica estão entre os principais fatores que causam aos homens o orgasmo precoce.

Mas a boa notícia é que, para a grande maioria de nós, a ejaculação precoce pode ser facilmente corrigida através da prática de exercícios específicos que reforçam as suas capacidades mentais e físicas para aguentarem mais tempo durante o sexo.

Exercícios cognitivos, por exemplo, são excelentes para a pose da sua mente para gerenciar a sua excitação melhor. Por outro lado, as rotinas de contração do PC são excelentes para endurecer os músculos que causam ejaculações precoces.

Duvidas sobre ejacualção precoce

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *